To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom

Restaurante aconchegante com cardápio regional variado, oferecendo pratos típicos de todas
as regiões do Brasil, e com um café da manhã estilo colonial, diversificado e saboroso.

Gastronomia típica do Pantanal

A gastronomia pantaneira, tem na sua a utilização de peixes no cardápio, pela abundância dos mesmos nos rios da região, entre eles podemos destacar o Pacu, Peraputanga, Dourado, Pintado e a Piranha, que são servidos de diversas maneira como frito, ensopado, assado e escabechado (frito e ensopado). Nas bebidas se destacam o Canjinjin, do município de Vila Bela da Santíssima Trindade, e o guaraná ralado. Em geral, seja em refeições salgadas, em bebidas, ou em doces, a gastronomia pantaneira estará sempre com um tempero a mais, a cultura.

Gastronomia típica do Cerrado

A gastronomia das cidades que ficam no cerrado mato-grossense é uma saborosa mistura entre as frutas da região (pequi, banana, caju e mamão) com os peixes dos rios da região, onde se destacam os peixes de escamas: pacu e peraputanga, e o peixe de couro conhecido como pintado. Nas bebidas se destacam os sucos das frutas do cerrado, e o tereré. Nos doces merecem destaque o bolo de arroz e o pixé, além de outras guloseimas que apresentam um sabor característico, com uma deliciosa pitada de cultura e simbolismo.

3-1920w.jpg
logo fundo branco.png

Restaurante

Comidas típicas de nossa região

peraputanga assada.jpg

● PERAPUTANGA ASSADA

Um dos peixes mais cobiçados pelos pescadores que vem pescar nos rios do estado, também é prato principal da culinária mato-grossense, trata-se da Peraputanga, que é assada. A ‘’pêra’’ como é chamada pelos ribeirinhos, possuí uma carne alaranjada, sendo muito saborosa.

● PACU ASSADO

O popular peixe dos rios matogrossense torna-se um dos pratos mais pedidos nas peixarias ao longo do Rio Cuiabá. O peixe geralmente é recheado com farofa de banana e couve, e em algumas ocasiões é assado envelopado na folha de bananeira.Um dos peixes mais cobiçados pelos pescadores que vem pescar nos rios do estado, também é prato principal da culinária mato-grossense, trata-se da Peraputanga, que é assada. A ‘’pêra’’ como é chamada pelos ribeirinhos, possuí uma carne alaranjada, sendo muito saborosa.

pacu assado.jpg
ventrecha de pacu.jpg

● VENTRECHA DE PACU

O popular peixe dos rios mato-grossense torna-se um dos pratos mais tradicionais da baixada cuiabana, a parte do peixe que é mais conhecida nos bares trata-se da Ventrecha, que possui muita saída na noite de Cuiabá e região. A misticidade ronda sobre o peixe, os ribeirinhos afirmam que quem comer a cabeça do Pacu, sempre volta a Cuiabá para comer mais.

mojica de pintado.jpg

● MOJICA DE PINTADO

Este peixe que é um dos símbolos do Estado dá originem a um dos principais pratos culinários de Mato Grosso. O prato é feito a partir do filé do peixe (parte sem espinhos), que são cortados em cubos e temperados com alho, sal e limão. Um delicioso ensopado de peixe com mandioca e iguarias que acompanha arroz branco e farofa de banana para acompanhar.

caldo de piranha.jpg

● CALDO DE PIRANHA

A Piranha é um peixe bastante comum dos rios mato-grossenses, e o seu caldo é apreciado por habitantes de toda faixa etária do estado, um caldo encorpado e saboroso, que dá energia para o trabalho, que cura a famosa ‘’ressaca’’ dos jovens que exageram na noitada, ou seja, é um prato típico dos moradores deste Estado.

arroz com pequi.jpg

● ARROZ COM PEQUI

A Fruta popular do cerrado brasileiro, somada com o arroz banco, dão resultado a um dos pratos mais simbólicos do estado. O arroz com pequi realmente é uma iguaria a ser apreciada! Primeiro coloca-se o pequi no óleo junto com alho e cebola para refogar, e pingando água para não grudar na panela, até o pequi ficar macio e a água desaparecer, acrescente o arroz e deixe fritar um pouco, junte com água e sal, quando o arroz estiver quase pronto acrescente um pouco de pimenta de cheiro, desligue o fogo, e coloque salsa e cebolinha por cima. Maria Isabel O prato que em 2011 foi registrado como símbolo típico de Mato Grosso trata-se de carne seca com arroz e os temperos. Saboroso e suculento, é acompanhado de um delicioso feijão e também de farofa de banana.

churrasco.jpg

● CHURRASCO

O estado é o maior criador de gado bovino do país, então é natural que a carne bovina esteja presente no cotidiano do mato-grossense, e pelo fato do estado ter muitos migrantes do sul do Brasil, é mais um motivo para o Churrasco estar presente na gastronomia regional.

furrundu.jpg

● FURRUNDU

É um doce a base de Mamão verde e rapadura de cana-de-açúcar, ambos são levados ao fogo juntamente com gengibre, cravo e canela. O doce é ideal para ser consumido com queijo caseiro.

doce de caju.jpg

● DOCE DE CAJU

A fruta típica do cerrado brasileiro, dá origem a um doce muito saboroso, O Caju é descascado, furado e espremido e posteriormente é colocado para cozinhar junto com água e açúcar, até ficarem macios, depois do esfriamento é posto em potes de vidro.

francisquito.jpg

● FRANCISQUITO

Um tradicional biscoito a base de trigo, açúcar, banha de porco, ovos, sal e erva doce. O Biscoito agrada desde as crianças até os idosos. Ideal para ser consumido no final da tarde com um café quente na companhia dos vizinhos e amigos.

canjica.jpg

● CANJICA

Um dos doces mais consumidos na semana santa e na festa junina, a Canjica feita a base de milho branco próprio para a canjica, leite de coco, coco ralado, amendoim, canela e açúcar.

● BOLO DE ARROZ

O bolo mais tradicional da baixada cuiabana e do estado, a receita que leva além do arroz, também a mandioca, açúcar, manteiga derretida, coco ralado, e erva doce. O Arroz é deixado na água de um dia para o outro e depois é socado até ficar uma massa. O Bolo recém tirado do forno exala um aroma inconfundível. 

bolo de arroz.jpg
farofa de banana.jpg

● FAROFA DE BANANA

A simples mistura de banana da terra frita cortada em cubinhos com farinha de mandioca, mais alguns temperos (cebola e alho), tudo isso frito numa panela untada com manteiga (ou óleo), dá resultado a farofa de banana que combina com quase tudo, e é utilizado muito como acompanhamento da Maria Isabel, porém também com outros pratos típicos do estado.

carne seca com banana da terra.jpg

CARNE SECA COM BANANA DA TERRA

Um prato muito consumido na capital mato-grossense. Trata-se de um caldo muito saboroso, preparado com alho, cebola, molho de tomate, a carne seca, banana da terra (nem muito verde e nem muito madura), acompanhado um arroz branco.

paçoca de pilão.jpg

PAÇOCA DE PILÃO

A Paçoca de pilão trata-se do resultado de uma farofa temperada a base de farinha de mandioca com carne seca e os temperos tradicionais, que são moídos artesanalmente em um pilão, formando uma paçoca saborosa.