To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom

Algumas aves do Pantanal Matogrossense

Aqui você encontra uma variedade de mais de 500 aves. Conheça algumas:

logo.png

Tuiuiu

tuiuiu.jpg

O tuiuiú é uma ave pernalta, tem pescoço nu, preto, e, na parte inferior, o papo também nu e vermelho. A plumagem do corpo é branca e a das pernas é preta. Ele chega a ter 1,4 metro de comprimento, 1,60 de altura e pesar 8 kg. Pode chegar a quase 3 metros de envergadura (medida de uma ponta da asa aberta à outra).

Ema

ema.png

A ema – Rhea americana – é uma ave nativa e a maior da América do Sul, mas devido a sua carne passou a ser exportada para criadouros em outros lugares do mundo. Na América do Sul pode ser encontrada no Brasil, na Argentina, no Paraguai, no Uruguai e no sul da Bolívia

Mutum

mutum 3.jpg

O mutum é uma ave endêmica da Mata Atlântica brasileira encontrada hoje em apenas poucos locais do Espírito Santo e Bahia. O comportamento do animal compara-se ao de uma galinha: é ruim de voo e prefere ficar no chão.

Colhereiro

colhereiro.jpg

O colhereiro é uma ave pernalta de pescoço longo. O nome se deve ao formato de colher que o bico dessas aves possui. Com ele, a ave revolve o fundo dos ambientes aquáticos em que vive, em busca de alimento. Vive em pequenos bandos ou solitariamente e se alimenta de peixes, crustáceos, insetos e moluscos.

Seriema

seriema.jpg

 A Seriema é um pássaro inconfundível na floresta aberta, arbustos espinhosos e pastagens montanhosas. Seu tamanho grande, pernas e bico vermelhos, e uma crista solta proeminente torná-o uma espécie visualmente distinta. 

Aracuã

aracuna2.jfif

A ave, que tem silhueta parecida com a das galinhas, é muito apreciada por caçadores. Os grupos de aracuãs são frequentemente atacados, mas também costumam brigar entre si. Como galos, usam bicos, asas e pés nessas disputas. Vive no alto das árvores, desce pouco no solo e é bastante territorial

Arara Azul

Arara-Azul-642x1024.png

        É a maior espécie entre os psitacídeos (papagaios, periquitos, araras, maritacas), chegando a medir um metro da ponta do bico à ponta da cauda e pesando até 1,3 kg. São animais com hábitos que chamam a atenção. Elas gostam de voar em pares ou em grupo e nos fins de tarde, se reúnem em bandos em árvores “dormitório”.

Arara Vermelha

arara vermelha.png

A arara-vermelha-grande mede de 73 a 95 centímetros de comprimento e pesa até 1,5 quilo. Ela se chama vermelha, mas é colorida. Tudo bem que a cor que lhe dá o nome é predominante, mas ainda tem as asas azuis com uma faixa verde. Por causa deste detalhe, inclusive, é também conhecida como arara-verde.

Arara Canindé

arara caninde 23.png

A arara-canindé é uma ave psittaciforme da família Psittacidae. Conhecida também como arara-de-barriga-amarela, arara-azul (Amazônia), canindé, arara-amarela e ara-arauna. É um dos psitacídeos mais espertos. Não é considerada como sendo ameaçada, embora seja apreciada como ave de gaiola.

Gralha

Gralha-Azul.png

Gralha azul é o nome dado a uma linda ave que motivou no Paraná, a tradição de plantadores de pinheiros, enterrando as sementes com a ponta mais fina para cima e devorando a cabeça, que seria a parte apodrecida. Não deve ser abatida e é comumente respeitada pelo povo como ave protetora dos pinheirais.

Cardeal

cardeal 34.jpg

É uma ave que se alimenta principalmente de grãos e pequenos insetos, encontrada forrageando sobre o solo em busca de seu alimento. É comum observá-los junto a outras aves granívoras/insetívoras durante a atividade de busca por alimento.

Curicaca

curicaca 2.jpg

Esta ave está presente em grande parte do Brasil, com mais destaque na Ilha de Marajó, no Pará, e no Pantanal mato-grossense. É encontrada ainda no Panamá e em todos os países da América do Sul (até a Terra do Fogo, na Argentina)